Dicas para cultivar orquídeas
Jan15

Dicas para cultivar orquídeas

As orquídeas são flores de rara beleza, que conseguem ter um efeito incrível sobre as pessoas. Algumas pessoas dizem que o poder da orquídea vem dos seus traços delicados, das suas cores fortes e até mesmo das suas qualidades humanas. O fato é que a maioria das pessoas adoram orquídeas e tentam cultivá-las da melhor forma que podem, mas é raro encontrar pessoas que podem manter uma orquídea por muito tempo e realmente sabem como cuidar dessas flores delicadas.     Antigamente, as orquídeas eram abundantes apenas nos seus habitats naturais,  hoje em dia,  as pessoas têm-se acostumado com o fato de que quase tudo é entregue em todos os cantos do mundo, e que mesmo as flores ou produtos mais raros estão disponíveis em qualquer lugar. Especialistas estimam que existem cerca de 20 mil tipos diferentes de orquídeas. Estas crescem  em diversos climas e condições e são encontradas em muitos lugares diferentes ao redor do mundo. Quem tem alguma experiência com orquídeas sabe que a luz é um factor muito importante. É a luz que irá possibilitar à orquídea florescer, por isso, você vai precisar de lhe fornecer a quantidade certa de luz e ter muito cuidado para que esta também não seja excessiva e a possa queimar. Embora em alguns aspectos a orquídea possa parecer ser muito sensível e delicada, estas são realmente flores muito fortes, e que vão sobreviver mesmo sem luz ou condições ideais, embora a floração não ocorra. Estes factos básicos acabam por nos levar a uma conclusão, se você estiver interessado em ter orquídeas no seu jardim ou sua em casa, terá que pensar sobre a melhor localização para o tipo de orquídea. Com algum esforço, poderá fornecer as condições ideais para estas crescerem no seu jardim. A fim de aproveitar ao máximo as orquídeas, você deve ter algum conhecimento básico dos três principais tipos de orquídeas que pode encontrar. Esta informação irá ajudá-lo com o processo de cultivo, floração e sobrevivência num ambiente semelhante, mas que não é o natural. Tipos de orquídeas: Três tipos de orquídeas e o tratamento básico que exigem: Epífitas: este tipo de orquídea aprecia ser colocada em posição elevada. Pode optar por colocar numa prateleira alta, por exemplo, simulando uma situação muito semelhante ao seu habitat natural onde cresce em árvores. As orquídeas epífitas são as mais populares para cultivo interior. Lithophytes: ao contrário do epífitas, preferem ser colocadas num espaço reduzido. São conhecidas como orquídeas que crescem sobre as bases das árvores e que gostam de alimentar-se de composto orgânica. A orquídea saprófitas tem raízes subterrâneas. Algumas espécies de orquídeas saprófitas crescem completamente subterrâneas e nunca acima...

Ler Mais >>
Orquídeas: aspectos importantes
Jan14

Orquídeas: aspectos importantes

A orquídea é uma bela e delicada planta. Se tidos todos os cuidados necessários pode tornar uma casa mais vistosa e acolhedora. Depois de entender as suas necessidades, manter orquídeas, ou até mesmo cultivá-las, não precisa de ser um uma tarefa complicada. Seguem-se algumas dicas e aspectos importantes que deve ter em consideração às orquídeas.   A ter em conta Quando precisa escolher uma orquídea, pode parecer que as opções são infinitas, e por algumas boas razões. Todas as plantas de orquídea pertencem à família conhecida como Orchidaceae, que é uma das maiores famílias do mundo. Existem cerca de 30.000 espécies de orquídeas disponíveis, todas com suas próprias características distintas e maravilhosas. Há, no entanto, algumas semelhanças entre elas. Por exemplo, a maioria das orquídeas cresce melhor com uma temperatura mais quente. A menos que você viva numa zona tropical razoavelmente quente, não será capaz de cultivar orquídeas no exterior. Contudo se tiver os cuidados adequados, deve ser capaz de cultivar e manter orquídeas de interior na sua casa. Manter a temperatura quente é importante para que a planta possa desfrutar de condições favoráveis ao seu crescimento, mas igualmente importante é a necessidade de regular a humidade e ventilação no espaço em que se encontra. As orquídeas vão crescer mais viçosas num espaço com quantidade acima da média de humidade. Manter a sua orquídea protegido de correntes de ar também é importante também. Estes requisitos levam a que, muitas vezes, estas plantas sejam colocadas no banheiro de uma casa. Não pode esquecer também as necessidades de luz, quando procurar um local para colocar a sua orquídea. Enquanto a planta de orquídea precisa de uma boa quantidade de luz para florescer, muitas vezes é difícil de encontrar este local perfeito. Muitas vezes, a escolha óbvia, perto de uma janela, mas aqui vai estar também mais exposta a correntes de ar. Embora a planta de orquídea pode parecer exigente, é consistente nas suas necessidades. Depois de ter elaborado um plano para cultivar a sua planta, provavelmente vai desfrutar de flores vistosas para os próximos anos. Embora uma orquídea possa viver em condições que não sejam ideais, não é provável que venha a florescer com as mesmas. Se a sua planta ainda é verde, tem muitas folhas, e de outra forma parece saudável, mas ainda tem de florescer, você pode querer reconsiderar as suas condições de vida. Tente mover a orquídea para uma área mais quente, com mais luz, ou com um maior nível de humidade. Se estas alterações não ajudarem, pode ser necessário replantar a planta. Com uma grande variedade de plantas comerciais disponíveis, com muitas características diferentes, há uma orquídea...

Ler Mais >>
Como manter orquídeas saudáveis e bonitas
Jan13

Como manter orquídeas saudáveis e bonitas

Se está interessado em aprender a cuidar de orquídeas e mantê-las sempre saudáveis e bonitas, então continue a ler o nosso artigo de hoje. Embora muitas pessoas pensem que cuidar de orquídeas é um enorme desafio, a verdade é que cumprindo alguns requisitos essenciais, em tudo comuns a outras plantas, pode tornar-se bastante recompensador e prazeroso, quando conseguimos manter uma planta bonita e viçosa. Aqui ficam algumas dicas para manter orquídeas saudáveis e bonitas.     Respeitar as condições naturais Quando você comprar uma orquídea, certifique-se que pode recriar as condições de que a planta necessita no seu ambiente natural. Há diversos tipos de variedades, alguns mais resistentes do que os outros, basta prestar alguma atenção ao rótulo e verificar os requisitos da planta, antes de proceder à compra. Cuidado com as regas Regas espaçadas, de 4 a 7 dias, podem ser suficientes para manter as suas orquídeas saudáveis, mas deve ter sempre em conta a estação e temperaturas. Para verificar se a planta necessita de água, basta colocar o dedo na terra e sentir se o solo está seco ou ainda húmido. Se o solo estiver seco, é altura de regar a sua planta. As orquídeas podem exigir diferentes quantidades de água em diferentes épocas do ano, pelo que convém sempre ir verificando! Fertilização A maioria das orquídeas beneficia de um fertilizante especifico para este tipo de plantas, que é introduzido como uma solução fraca e aplicado uma vez por semana. Para fazer isso, use apenas a metade do valor mencionado no pacote. O tipo de fertilizante vai depender da variedade e condições oferecidas à planta, por isso, é aconselhável que tenha estes aspectos em consideração. Transplantação Mais cedo ou mais tarde vai precisar de mudar as suas orquídeas de vaso. A transplantação de orquídeas ocorre na primavera e é realizada com o intuito de manter as respetivas plantas estáveis e saudáveis. Para que a transplantação de orquídeas seja efetuada corretamente, é necessário colocar uma pequena estaca na terra para segurar e auxiliar o crescimento das plantas, até que as raízes destas fiquem bem firmes. Retire a planta do vaso, com cuidado para não danificar as raízes. Lave as raízes e retire os pedaços que estiverem demasiado moles e fragilizados, ou seja, as partes mortas. Coloque a orquídea num novo vaso e adicione o substrato, deixando a planta bem firme. Pressione levemente para manter a planta no sítio, mas não use muita força ou as raízes podem quebrar. Coloque a estaca para suportar a planta durante o crescimento. Depois de replantar a planta, esta não deve ser regada durante 3 – 5 dias, de modo a permitir a...

Ler Mais >>
Como cultivar orquídeas em casa
Jan13

Como cultivar orquídeas em casa

Muitas pessoas pensam que a planta de orquídea não pode ser cultivada dentro de casa. Quando cultivada em estado selvagem, a orquídea, muitas vezes forma uma relação simbiótica com outras plantas, a fim de obter assim os nutrientes de que necessita. A planta de orquídea, como a maioria das outras plantas, deve viver em condições adequadas para florescer. As três principais condições que devem ser controladas para que a orquídea consiga florescer são água, luz e temperatura. A orquídea recebe humidade através de suas raízes, como acontece com todas as outras plantas. Evite plantar a orquídea diretamente no solo, porque esta não gosta de estar em água parada. É uma planta que aprecia bastante luminosidade durante todo o dia, mas sempre luz solar indireta. Sem estas condições ideais a orquídea vai continuar a crescer, mas não vai florescer. Desde que esteja familiarizado com as condições de vida que as orquídeas precisam para crescer, então pode cultivar orquídeas dentro de casa. Apenas deve ter o cuidado de lhes fornecer todas condições que teriam habitualmente no seu habitat natural. As orquídeas de interior também precisam ter as variações de temperatura das plantas que são cultivadas na natureza. A cor das folhas de orquídeas vão ajudar a indicar se a orquídea está a receber ou não a quantidade certa de luz. Folhas de cor amarelada, por exemplo, significam que a planta está a receber demasiada luz.     Espécies Existem cerca de 30.000 espécies diferentes de orquídeas que crescem descontroladamente em todo o mundo. Há três tipos básicos de orquídea: epífitas, terrestres e saprófitas. A primeira variedade, a orquídea epífita, cresce principalmente em regiões tropicais. As orquídeas epífitas são as mais populares para cultivo interior. A orquídea terrestre é o segundo dos principais tipos de orquídeas. Muitas pessoas que tentam cultivar orquídeas terrestres fazem-no com terra para vasos. A orquídea saprófitas tem raízes subterrâneas, assim como a orquídea terrestre faz. Algumas espécies de orquídeas saprófitas crescem completamente subterrânea e nunca acima do solo. Para cultivar orquídeas em casa apenas terá de respeitar estes cuidados básicos, sendo plantas simples de cuidar, até para os mais...

Ler Mais >>
6 dicas para cuidar das suas plantas
Jan10

6 dicas para cuidar das suas plantas

Muitas pessoas preocupam-se muito quando se trata de cuidar das suas plantas. Mas, não há necessidade de se preocupar. Há apenas algumas coisas que você precisa considerar em relação às plantas de interior. Seguem-se algumas dicas para cuidar das plantas.     Regas Um regador vai ser essencial. Aconselhamos que adquira um com uma boca estreita e que permita uma rega suave e adequada. Para saber se a planta precisa de água, coloque um dedo junto do solo e verifique se este ainda se encontra húmido. Se sentir que o solo está seco, então é altura de regar a planta. Fertilização Com plantas de folhagem, é sempre necessário fornecer nitrogénio. Para as plantas de floração, por outro lado, é necessário K2O. Fertilizantes tais como os de libertação lenta podem ser misturados com o composto. No entanto, algumas plantas como cactos e orquídeas precisam de alimentos especiais. Alimente as plantas na altura de seu crescimento ativo. Luz Tenha em atenção as necessidades especificas das plantas quando escolher o local onde as colocar. Algumas plantas apreciam mais luminosidade que outras e se não respeitar as suas necessidades básicas podes fragiliza-las, retardar o seu crescimentos ou até mesmo levar à morte prematura. Temperatura Como acontece com a incidência de luz solar, também a temperatura é um fator determinante para a saúde e crescimento das suas plantas. Adicionalmente, flutuações drásticas de temperatura podem ser bastante prejudiciais. Humidade Algumas plantas de interior necessitam de um ambiente húmido. Uma dica para maximizar a humidade é colocar a panela dentro de um vaso maior e preencher as lacunas com pedras ou composto para manter a humidade. O composto não vai secar. As plantas são capazes de criar o seu próprio clima, se agrupadas. Esta dica também pode ser usada para manter o solo húmido. Adicionalmente, pode pulverizar com água, uma ou duas vezes por dia, dependendo da temperatura do dia. Transplantação A transplantação de orquídeas ocorre na primavera e é realizada com o intuito de manter as respetivas plantas estáveis e saudáveis. Para que a transplantação de orquídeas seja efetuada corretamente, é necessário colocar uma pequena estaca na terra para segurar e auxiliar o crescimento das plantas, até que as raízes destas fiquem bem firmes. Outras plantas irão apresentar necessidades distintas de transplantação. Você só precisa ter um pouco de cuidado com as suas plantas e, por sua vez, você vai colher seus benefícios. Não só fica com um jardim que pode adicionar beleza à sua casa, como também pode aprender a respeitar e nutrir a vida em suas variadas...

Ler Mais >>
Cuidar de orquídeas – Orquídeas Phaleanopsis
Jan09

Cuidar de orquídeas – Orquídeas Phaleanopsis

As orquídeas Phaleanopsis são das espécies de orquídeas mais simples de cultivar e manter na sua casa. O nome “phalaenopsis” vem do grego phalaina, que significa “mariposa” ou “traça” e opsis, que significa “semelhante”. Por esta razão, esta orquídea é também muitas vezes conhecida como “orquídea mariposa”. Estas orquídeas são das que melhor se adaptam em casa, desde que sejam tidos todos os cuidados para recriar o seu ambiente natural de crescimento, tanto quanto possível.     Onde comprar Evite comprar apenas porque são mais baratas. Embore existam diversos centros de jardinagem que praticam presos apelativos, a verdade é que nem sempre a qualidade das plantas acaba por compensar. Podem ter sido plantadas prematuramente o que fragiliza a planta. Também é pouco provável que tenham tido os cuidados e atenção adequados durante o seu tempo na loja, o que pode levar ao apodrecimento da raiz e outros problemas. A sua melhor aposta é encontrar um produtor de renome na sua área. Procure também em exposições e grupos que se interessem por este tipo de espécies. Esta é uma excelente opção para encontrar boas plantas de revendedores locais. Substrato para as orquídeas Phalaenopsis Existe algum debate acerca de qual será o melhor substrato para esta variedade de orquídeas, mas geralmente é aconselhável um composto rico em nutrientes, ao qual se deve juntar uma boa fertilização.  É aconselhável que utilize todo o tipo de fertilizantes orgânicos ou misturas, uma vez que estes garantem os melhores resultados e fazem com que a terra fique o mais fértil possível. Contudo, evite coloca-los em contacto com o bolbo da orquídea, pois pode queimá-lo. Um substrato com boa drenagem é também muito aconselhável, uma vez que existe sempre a tendência de se regar em demasia. Ao ser bem drenado as raízes não apodrecem tão facilmente. Regas Quando o substrato estiver quase seco, é hora de regar a sua planta. Você geralmente precisa regar a sua planta cerca de uma vez ou duas vezes por semana. A regularidade da rega pode variar de acordo com a temperatura. Quanto mais quente a temperatura, mais vezes você vai precisar de regar. Fertilização Use um fertilizante equilibrado, diluído a 1/4 do que o fabricante recomenda, uma vez por semana durante três semanas, ignorando a quarta semana de cada ciclo de quatro semanas. Ignorar a quarta semana permite que você elimine qualquer fertilizante residual da planta durante a rega normal. Lembre-se sempre de regar a sua planta antes da fertilização. Humidade As orquídeas devem manter-se sempre com uma humidade elevada, especialmente se existir um desumidificador ou radiador no local onde elas se encontram. A casa de banho, por exemplo, é...

Ler Mais >>